Colunistas

Notas sobre o atrito entre o livro e a fotografia

Ronaldo Entler

Não é preciso insistir na polêmica das nomenclaturas: livro de fotografia, livro fotográfico, livro de artista, fotolivro, tanto faz. Mas gosto de enxergar esses dois termos – livro, fotografia – quando se colocam em jogo. Mais do que a síntese, tento perceber os atritos que restam desse encontro. Faço aqui o exercício de buscar alguns […]

Colunistas

A fotografia na 33a Bienal de São Paulo

Ronaldo Entler

Logo que entramos no Pavilhão da Bienal, chama a atenção uma grande parede de cor laranja, aparentemente vazia. É preciso avançar um pouco para perceber nela, um tanto deslocada e desproporcional à sua extensão, uma pequena foto. Chegando mais perto, enxergamos o fragmento de um edifício, uma imagem simples, correta, apenas isso. Tanto a parede […]

Colunistas

Em nome do pai

Ronaldo Entler

Tenho da minha primeira infância algumas poucas fotos, mas suficientes para me fazer crescer supondo que nasci numa família nuclear, bastante convencional, perturbada apenas pela morte precoce do pai. Rodeados pelo silêncio, esses poucos momentos registrados se tornaram eloquentes e deixaram como herança uma narrativa satisfatória em que a morte, apesar de trágica, pôde mascarar […]

Exposições

Exposição Antilogias: o fotográfico na Pinacoteca trabalha a ideia do acervo como espaço em movimento

Ronaldo Entler

A missão do museu é paradoxal. Sua tarefa é tanto resguardar quanto colocar em circulação os objetos que abriga. Ele deve estabilizar seus materiais e também responder à transformação dos olhares. Ao museu de arte, sobretudo, cabe circunscrever as linguagens operadas pelas obras e, ao mesmo tempo, pôr em marcha suas potê­ncias transgressoras. Dentro do […]