“Gente de verdade”, do Coletivo Lakapoy


Acervo Paiter Suruí

Gente de Verdade é o desdobramento e dá continuidade a um projeto que investiga a relação do povo Paiter Suruí com a imagem através da construção de um arquivo visual feito de fotografias guardadas pelos próprios indígenas, desde o momento em que começaram a utilizar câmeras, há pouco mais de 50 anos. O projeto também prevê a criação de retratos atuais feitos por Ubiratan Suruí, o primeiro fotógrafo profissional de seu povo, e a construção de um site que disponibilizará o acervo para os Paiter Suruí.

O Coletivo Lakapoy é formado por Ubiratan Suruí, Txai Suruí e Gabriel Uchida, comunicadores do povo Paiter Suruí da Terra Indígena Sete de Setembro, em Rondônia. Após as lutas pela demarcação do território, os jovens passaram a ser capacitados para utilizar novas tecnologias a fim de desenvolver e documentar suas narrativas, visando preservar e fortalecer a cultura Paiter Suruí. ///


Ubiratan Suruí – É o primeiro fotógrafo do povo Paiter Suruí e atualmente estuda Ciências Humanas e Sociais. Fundador do Coletivo Lakapoy, grupo de produção audiovisual indígena, Ubiratan tem no currículo uma série de exposições e publicações de fotografia, além de produções de cinema. [Foto: Letícia Cardoso]

Txai Suruí – Ativista e líder do Movimento da Juventude Indígena de Rondônia, Txai é filha do Cacique Geral Almir Suruí e da Indigenista “Neidinha” Bandeira. Estudante de direito, Txai também é colunista da Folha de SP, trabalha com cinema e colabora em projetos de arte. [Foto: Gabriel Uchida]

Gabriel Uchida – Graduado em Jornalismo, Uchida vive na Amazônia e trabalha com o povo Paiter Suruí há quase dez anos. Realizou exposições individuais de fotografia na Alemanha e Etiópia, além de já ter publicado em dezenas de países. No cinema, sua produção “O Território” foi selecionada para a shortlist do Oscar e recebeu três indicações ao Emmy. [Foto: Gabriel Uchida]