Bolsa de fotografia

Sofia Borges e Tatewaki Nio são os ganhadores da Bolsa de Fotografia 2017

Publicado em: 06 de setembro de 2017

A revista ZUM e o IMS anunciam os dois projetos ganhadores da 5ª edição da Bolsa de Fotografia ZUM/Instituto Moreira Salles:

A infinita história das coisas ou o fim da tragédia do um, de Sofia Borges – série de painéis com fotografias e colagens que investigam a origem do mundo.

Sofia Borges (Ribeirão Preto/SP – 1984)
Formada em Artes Visuais pela Universidade de São Paulo em 2008. Foi uma das fotógrafas indicadas ao Foam Paul Huf Award (Holanda) em 2010 e 2014. Publicou, em 2016, o livro The Swamp (O Pântano), premiado em concurso da Editora Mack (Inglaterra).

 

Conexão São Paulo-Lagos, de Tatewaki Nio – trabalho fotográfico sobre as cidades de Lagos e São Paulo e suas relações históricas e contemporâneas.

Tatewaki Nio (Kobe, Japão – 1971)
Formado em sociologia pela Universidade Sophia (Tóquio), estudou fotografia no Senac-SP. Recebeu o Prêmio Funarte de Arte Contemporânea em 2011 e foi contemplado com a residência fotográfica do Museu de Quai Branly em 2016.

 

Além da qualidade artística de cada projeto, também foram avaliadas pela comissão julgadora a qualificação dos candidatos, a viabilidade prática e o ineditismo da proposta.

Neste ano, o edital recebeu cerca de 400 projetos, enviados de todas as regiões do Brasil. Houve um aumento proporcional de envios a partir da regiões Norte e Nordeste, em comparação com edições anteriores.

O objetivo da premiação é fomentar o trabalho de artistas e fotógrafos no campo da fotografia, nas mais variadas vertentes, sem restrição de tema, perfil ou suporte. Cada selecionado receberá uma bolsa no valor de R$ 65 mil e terá oito meses para desenvolver o trabalho. O resultado final dos projetos selecionados será incorporado ao Acervo de Fotografia do Instituto Moreira Salles.

Nas edições anteriores, os projetos contemplados pela Bolsa de Fotografia ZUM/IMS foram Brasil X Argentina (Amazônia e Patagônia), de Dora Longo Bahia (2016), Sambashiva – As fotografias de Sambasiva Rao Patchineelam, de Vijai Patchineelam (2016) Mestres de cerimônias, de Bárbara Wagner (2015), Memento, do coletivo Trema (2015), Postais para Charles Lynch, do Coletivo Garapa (2014); Desvio, de Helena Martins-Costa (2014); Zoo, de João Castilho (2013); e Microfilme, de Letícia Ramos (2013).

 

Comissão julgadora 2017:
Rosângela Rennó, artista visual
Sergio Burgi, coordenador de fotografia do IMS
Thyago Nogueira, editor da ZUM e coordenador de fotografia contemporânea do IMS
Lorenzo Mammì, curador de programação e eventos do IMS

 

Tags: , ,