Radar

MIS-SP recebe feira dedicada a fotolivros e fotozines no próximo fim de semana

Publicado em: 05 de março de 2015

FeiraPlana_IHateFlash-076

 

Nos dias 7 e 8 de março, o Museu da Imagem e do Som recebe a terceira edição da Feira Plana, evento anual que reúne editores independentes de todo o Brasil. Neste ano, a feira terá como foco as publicação fotográficas, fotolivros e fotozines. O evento promove palestras, debates e workshops gratuitos e abertos ao público (limitados às vagas de cada atividade), sem necessidade de inscrição prévia. O destaque desta edição é a palestra do alemão Jörg Colberg, professor da Hartford Art School, nos EUA, que elabora “O que está em jogo na fotografia contemporânea?” no sábado, às 16h, no auditório do MIS. “A filosofia da fotografia como porta de entrada para o pensamento de Vilém Flusser”, palestra ministrada pelo escritor e doutor em literatura comparada Gustavo Bernardo Krause (domingo, às 13h) e “A produção gráfica dos livros de artista” (domingo, às 14h), com Aline Valli, produtora gráfica da editora Cosac Naify, também são escolhas certas para os interessados em teoria fotográfica e na produção de fotolivros.

A ZUM estará na Feira Plana com um estande de vendas da revista e de outras publicações do IMS. No sábado, às 16h, como parte do ciclo de palestras Escola Livre, a diretora de arte da ZUM, Elisa von Randow, fala do design gráfico da revista. Confira abaixo a programação completa.

01

Escola Livre

Coordenada por Guilherme Falcão e Tereza Bettinardi
sábado e domingo, das 15h às 19h, na Praça // 30 vagas

15h: Apresentação do projeto, programação e abertura de inscrições para os cursos durante o próximo semestre.

A Escola Livre é um experimento de educação em design gráfico criado por Tereza Bettinardi e Guilherme Falcão. Durante a Feira Plana, A Escola Livre conduzirá mesas redondas, entrevistas e discussões abertas a todo o público.

Sábado

15h15: O experimental com Carlos Issa

O termo “experimental” é normalmente utilizado por designers gráficos para definir uma linguagem mais pessoal e dita espontânea. Não raro o experimental também é usado como justificava para que o desejo de auto-expressão do designer se sobreponha ao conteúdo. Mas afinal, que espécie de salvo-conduto esta palavra oferece aos designers gráficos? O bate-papo será com o músico, designer e artista visual paulistano Carlos Issa. Desde 1999, Issa é o nome por trás do projeto de música experimental Objeto Amarelo. Abstração, ruidagem, colagem sonora são os ingredientes principais nas composições do OA. Nosso ponto de partida serão os paralelos e divergências do termo no campo da música e do design gráfico.

16h: O design gráfico da Zum com Elisa von Randow

Elisa von Randow é diretora de arte da Zum, a revista de fotografia do Instituto Moreira Salles.
A Zum revela a amplitude do universo fotográfico, publicando ensaios de importantes fotógrafos brasileiros e estrangeiros, acompanhados de entrevistas, artigos e textos históricos ligados à fotografia.
Nesta entrevista aberta, abordaremos temas como designer como editor, os desafios que se colocam a cada edição e a relação do design gráfico com o universo fotográfico.

17h: Fotolivros e narrativa visual com Walter Costa

Walter Costa faz parte do Trama, grupo de estudos de fotolivros. Desde 2014, Walter, Fabio Messias e Renata Baralle realizam encontros informais para troca de informações sobre fotolivros. Uma conversa sobre narrativa das publicações visuais com ênfase nos fotolivros.

18h: Heróis da Auto-Publicacao com Guilherme Falcão

Pioneiros, independentes, alternativos, provocadores: traçando uma genealogia do fanzine, o designer, pesquisador e editor da CONTRA Guilherme Falcão irá levantar uma linha do tempo de figuras emblemáticas na história da Auto-Publicação. De Voltaire a William Morris, de Ed Ruscha a Julio Plaza, a ideia é investigar o gene de inquietação comum a todos esses autores, editores e impressores.

Domingo

15h: Coleções com Ana Luiza Fonseca (Tijuana) e Amir Britto Cador (UFMG).

Apresentação de destaques das coleções do Tijuana e da Coleção de Livros Especiais da UFMG. Uma discussão sobre livro de artista, pesquisa e montagem do acervo.

16h: Feira Plana e Auto Publicações: 3 anos depois

O debate vai reunir alguns editores participantes da Feira Plana para fazer uma espécie de “balanço” do cenário de publicações independentes e das feiras. Como existir para além do “boom” e da especulação? Como o meio está buscando estabelecer um circuito que efetivamente exista de maneira independente do fenômeno esporádico das feiras? Participam: A Bolha Editora, Andante, Compania Rapadura, Meli Melo, Tijuana.

17h: Pesquisa, projeto, design com Celso Longo e Daniel Trench

Celso Longo e Daniel Trench combinam a sua prática profissional atividades como ensino, curadoria e pesquisa. A conversa tem como ponto de partida a confluência dessas atividades e o quanto cada um desses braços é capaz de contribuir para uma prática integrada com o chamado “mundo real”.

18h: Feira Plana 3 com República Books

Adriano Komura, Bruno Oliveira e Caco Neves integram a República Books, uma editora independente. São responsáveis pela identidade visual desta edição da Feira Plana e publicam a revista Cópia, que utiliza conteúdo apropriado e remix como matéria-prima. Será debatido o processo de desenvolvimento da identidade da feira mas também o excesso de conteúdo e referências, cultura livre, pirataria e remix.

 

02

Oficinas Mingau

Raquel Thomé e Kátia König
sábado e domingo, das 12h às 15h, na Praça // 30 vagas

A Mingau promove uma série de atividades para estimular os pequenos e seus acompanhantes a botar a mão na massa, partindo de materiais simples como recortes de papel, tecidos, canetas, tintas, entre outros. Ao escolher ficar na praça o visitante terá até quatro diferentes projetos para desenvolver e quem quiser ainda pode levar o objeto resultante da oficina pra casa: bandeirolas, bonecos articulados, pistinha e bonecos tridimensionais.

02

TRAMA

Walter Costa, Renata Baralle e Fábio Messias
sábado, das 12h às 14h40, Auditório LABMIS // 66 vagas

O TRAMA é um grupo de discussão sobre publicações voltadas à fotografia. Na Feira Plana, a proposta é que os autores participantes da Feira e os visitantes levem as publicações que fizeram ou compraram. Nada de palestra e discursos: é só trazer sua sacola da compra e trocar uma ideia!

02

Fomento para tradução

Stefanie Kastner (Goethe Institut)
sábado, às 13h, no Auditório do MIS // 172 vagas

Quer publicar um livro de autor alemão?
A Stefanie Kastner, diretora do Serviço de Informação e Biblioteca do Goethe-Institut em São Paulo e para a América do Sul, apresentará o Programa de Apoio à Tradução do Goethe-Institut, esclarecendo as condições para participação das editoras brasileiras. Imagem do fotógrafo/escultor alemão Thomas Demand

02

Nightvision: a foto de pista

Akin Deckard (Metanol, S/A), Yuri Rodrigues (Muscles Cavern), Luara Calvi Anic (Selvagem, Picnicanic), Natasha Hollinger (Extravaganza), Henrique Duarte e Victor Takayama (I Hate Flash)
sábado, das 14h às 16h, Auditório LABMIS – 2ºpiso // 66 vagas // Classificação etária: 16 anos

Fotógrafos que registram as pistas de um jeito atordoante discutem sobre o assunto, mostram suas experiências e contam suas histórias mediadas por Akin Deckard.

02

O que está em jogo na fotografia contemporânea?

Jörg Colberg (Alemanha)
sábado, das 16h às 18h, no Auditório do MIS // 172 vagas // Com tradução simultânea do inglês

O alemão Jörg Colberg ficou conhecido há mais de dez anos ao criar o site Conscientious, em que publica resenhas e textos críticos sobre fotografia. Professor na Hartford Art School, nos EUA, Colberg questiona a superficialidade de grande parte da produção contemporânea, a redefinição da maneira como consumimos imagens após a avalanche da internet e quanto discursos empolados de artistas querem passar a ideia de inteligência sem, de fato, serem profundos. Após a palestra, haverá um bate-papo mediado por Daigo Oliva, jornalista da F. de São Paulo.

02

Rever o centro

Bruno Torturra (mediador) e convidados
sábado, das 18h às 19h40, Auditório LABMIS, 2ºpiso // 66 vagas

Durante seis meses, o CENTRO explorou as fronteiras entre Sé e Luz, Bom Retiro e Liberdade para registrar em ensaios visuais a ocupação recente da região central de São Paulo. Quase 20 espaços foram visitados para tentar-se entender os motivos que levaram projetos como Balsa, Mandíbula, Amarello e Phosphorus ao centro da cidade. Agora, abre-se a conversa com as pessoas que tocam essas iniciativas: o jornalista Bruno Torturra, fundador do Fluxo e um dos integrantes do coletivo Farol, mediará um papo sobre a história, o presente, o potencial cultural e a imagem do centro de São Paulo. E a importância de enxergar a região sob novos ângulos.

02

Zine É Compromisso: Zine de Zines

Eduardo Ribeiro e Arthur Dantas
domingo, das 12h às 13h, no Auditório do MIS // 172 vagas

Uma compilação das 14 matérias publicadas na série do Noisey Zine É Compromisso, que resgata a história dos fanzines clássicos do Brasil. Eduardo Ribeiro, o Catito, conta como foi fazer a série, e Arthur Velot Dantas fala sobre seu zine, o Velotrol, e a importância das publicações para a cena punk.

02

A filosofia da fotografia como porta de entrada para o pensamento de Vilém Flusser

Gustavo Bernardo Krause (Annablume)
domingo, das 13h às 15h, Auditório LABMIS, 2ºpiso // 66 vagas

O livro mais conhecido do mais conhecido filósofo brasileiro (mais conhecido no mundo, não no Brasil) é aquele em que ele estuda a fotografia como chave para compreender tanto a criatividade quanto a alienação contemporânea: Filosofia da Caixa Preta (Annablume). Partindo dessa chave, apresentaremos um pouco do pensamento tão instigante quanto lúdico daquilo que ficou conhecido como “a ficção filosófica de Vilém Flusser”.

02

A produção gráfica dos livros de artista

Aline Valli
domingo, das 14h às 16h, no Auditório do MIS // 172 vagas

Aline Valli, produtora gráfica da editora Cosac Naify, faz um apanhado geral sobre as etapas de produção gráfica de um livro de artista com foco nos fotográficos, descrevendo possibilidades, dificuldades e curiosidades do processo. No fim, haverá espaço aberto para perguntas.

02

Eu contra os outros

Daigo Oliva (mediador), Silvino Mendonça, Erik van der Weijde, Gabo Morales e Tainá Azeredo
domingo, das 16h às 18h, Auditório LABMIS, 2ºpiso // 66 vagas

Grande parte da produção contemporânea se divide em duas classificações: aquelas que falam sobre experiências pessoais e as que abordam o interesse pelo outro, geralmente com pegada mais documental. Mas será que nossas vidas são tão especiais assim para serem compartilhadas? Por outro lado, muitas obras que tratam de terceiros esbarram em um nível superficial e são incapazes de formar um retrato completo sobre assuntos que não dominamos.

12

Foto de manobra

Lucas Ribeiro (mediador), Renato Custódio, Fernando Martins, Fabiano Rodrigues e Flavio Samelo
domingo, das 18h às 19h, no Auditório do MIS // 172 vagas

O curador Lucas Ribeiro Pexão conversa com quatro fotógrafos de skate que também atuam como artistas no circuito de arte contemporânea: Fernando Martins, Renato Custódio, Fabiano Rodrigues e Flavio Samelo. Enquanto corre o slideshow com muitas fotos inéditas, a fotografia de skate será repensada através de questões como: A colaboração fotógrafo/skatista; A relação com a arquitetura; As diferenças e aproximações com outros campos, como a performance, o fotojornalismo e a “fotografia de rua”.