Bolsa de fotografia

Projetos selecionados

A revista ZUM e o Instituto Moreira Salles anunciam os dois projetos inéditos selecionados para a Bolsa de Fotografia 2013: Microfilme, de Letícia Ramos (São Paulo/SP) e 360 m², de Pedro David (Nova Lima/MG) Criada para reforçar a aproximação do IMS com a produção fotográfica contemporânea, em sua primeira edição a Bolsa recebeu 895 inscrições vindas de todas as […]

Bolsa de fotografia

Veja nota sobre o resultado da Bolsa

  27 de agosto de 2013 – Reultado final O Instituto Moreira Salles e a revista ZUM anunciam o segundo projeto vencedor da Bolsa de Fotografia 2013: Zoo, de João Castilho. Como já anunciado no dia 13 de agosto, o outro projeto vencedor é Microfilme, de Letícia Ramos. Cada bolsa tem o valor de R$ […]

Ensaios

Área 91

Thales Leite

Durante uma viagem a Belém do Pará, o fotógrafo Thales Leite descobriu as “festas de aparelhagem”, eventos em que multidões dançam freneticamente ao ritmo do tecnobrega, movimento musical típico daquela região. As melodias pegajosas e o ritmo acelerado são produzidos por espaçonaves de traços geométricos que o transportaram aos filmes de ficção científica dos primórdios […]

Colunistas

A fotografia descobre a América

Dorrit Harazim

Para quem gosta de história tanto quanto de fotografia, e está em Nova York ou pretende visitar a cidade nos próximos três meses, fica o aviso: a mostra Fotografia e a Guerra Civil Americana, em exibição no Metropolitan Museum of Art até 2 de setembro, é imperdível. Ela tem o dom de induzir o visitante a uma obrigatória parada para reflexão.

Radar

O instante decisivo, por Henri Cartier-Bresson

Nesta palestra de 1973, Henri Cartier-Bresson expõe (em inglês) suas impressões sobre a fotografia de forma sucinta e aforística. O vídeo, lançado em 2007 pelo ICP, mostra uma série de imagens de Bresson enquanto ele fala de sua trajetória e das possibilidades e desafios do universo fotográfico. A ZUM # 1 publicou uma tradução do […]

Ensaios

Minsk

Tuca Vieira

Não é fácil chegar a Minsk. Precisa de visto, reserva de hotel e carta-convite de agência de turismo registrada no Ministério de Relações Exteriores da Bielorússia. Há poucos voos. Mas também é verdade que os funcionários do escritório consular no Rio de Janeiro são bastante simpáticos. A única pessoa que esteve lá que eu conheço é meu amigo Gustavo Leal, uma autoridade em matéria de Rússia. Esteve em Minsk uma vez, chegou de trem, deu uma volta pelo centro e se aborreceu. Foi embora para Moscou no mesmo dia.