Radar

Fotógrafo, curador e professor, norte-americano Nathan Lyons morre aos 86

Publicado em: 01 de setembro de 2016
Nathan Lyons, Sem título (Notations in Passing), 1962-74. Cortesia Galeria Bruce Silverstein, Nova York.

Nathan Lyons, Sem título (Notations in Passing), 1962-74. Cortesia Galeria Bruce Silverstein, Nova York.

Faleceu na noite passada, dia 31 de agosto, aos 86 anos, o fotógrafo, curador e professor norte-americano Nathan Lyons.

A contribuição de Lyons para o meio da fotografia foi reconhecidamente grande. Trabalhou como diretor e curador da George Eastman House nos anos 1960, onde, entre outras, organizou a primeira individual de Lee Friedlander. Após se desligar da GEH, fundou o Visual Studies Workshop, a Society for Photographic Education, a New York Foundation for the Arts e deu início ao Oracle, um encontro anual entre curadores e diretores de instituições fotográficas. Também foi editor regional da revista Aperture. Por todas essas iniciativas, é possível dizer que Lyons foi fundamental na afirmação da fotografia como linguagem artística autônoma. Em seu trabalho como artista, destaca-se seu pensamento narrativo e de justaposição de imagens, em exposições e livros como Notations in Passing, de 1970.///