Exposições

Uma seleção de exposições no Brasil para quem gosta de fotografia

Publicado em: 26 de abril de 2017

Veja uma seleção de exposições no Brasil (e, aqui, no exterior) para quem gosta de fotografia:

 São Paulo

Maio Fotografia 2017

A programação Maio Fotografia, do MIS-SP, apresenta um conjunto de exposições.

Revista Camera – A fotografia dos séculos XIX e XX traz uma seleção de imagens da coleção que Allan Porter foi construindo durante os anos em que esteve à frente da cultuada revista de fotografia Camera (1966-1981).

Farida, um Conto Sírio apresenta o trabalho inédito do brasileiro Mauricio Lima, que acompanhou durante seis meses o fluxo migratório de refugiados do Oriente Médio à Europa, tornando-se com este ensaio o primeiro brasileiro a receber o Prêmio Pulitzer (2016).

A mObgraphia traz três exposições: Avessos e paradigmas, com obras dos veteranos German Lorca, Maureen Bisilliat, Nair Benedicto e Penna Prearo fotografando pela primeira vez com celular; A arte da observação urbana, do coletivo internacional Hikari Creative, formado por premiados fotógrafos internacionais, com suas produções feitas por smartphones, e a segunda edição do Festival Latino-Americano de Mobgrafias (FLAMOB), que apresenta fotografias premiadas.

Completa a programação uma curadoria especial feita com o acervo de fotografia do próprio MIS, intitulada Caçador e construtor, que tem entre seus destaques obras de Cristiano Mascaro, Arnaldo Pappalardo, Fernando Natalici e Gal Oppido e a mostra Passagens da inocência de Giullia Paulinelli, uma das artistas selecionadas pelo programa Nova Fotografia 2017.
[Imagem de Adriana Zehbrauskas – Coletivo Hikari]

MIS-SP, até 28 de maio

Mais informações aqui.


Avenida Paulista

Com esta exposição, o Masp volta a atenção para seu entorno, compreendendo a avenida Paulista não apenas como local onde o museu está inserido, mas também como objeto de consideração e reflexão. Trata-se de uma atenção significativa no contexto dos 70 anos do Museu: a mostra representa um olhar para este local icônico da cidade, que é ao mesmo tempo cartão-postal e palco de embates e disputas de muitas ordens.
[Imagem de Mauro Restiffe]

Masp, até 28 de maio

Mais informações aqui.


Retrato: território da fotografia

A exposição Retrato: território da fotografia reúne a produção de fotógrafos nacionais e internacionais, como Horst P. Horst, Erwin Blumenfeld, Bob Gruen, Miro, Bob Wolfenson, Klaus Mitteldorf e Mario Testino, entre outros grandes nomes. O objetivo da mostra é valorizar o retrato, gênero mais popular da fotografia, a partir de uma seleção de imagens que pertencem ao acervo do MAB FAAP.
[Imagem de Bob Wolfenson]

MAB – FAAP, até 4 de junho

Mais informações aqui.


Henri-Cartier Bresson: primeiras fotografias

Em 1932, com a idade de 24 anos, o francês Henri Cartier-Bresson adquiriu, em Marselha, a câmera Leica da qual nunca se separou. Nos três anos seguintes, ele criou uma das mais originais e influentes narrativas visuais da história da fotografia. Nesta mostra, com fotos clássicas e algumas inéditas, podemos perceber o caminho percorrido pelo jovem fotógrafo, suas viagens e aventuras pela Espanha, México, França e Itália.

Sesi-SP, até 25 de junho

Mais informações aqui.


 

Curitiba

Matéria Escura
Manoel Veiga

O Museu Oscar Niemeyer recebe a mostra Matéria Escura, de Manoel Veiga. A exposição é composta por 33 de fotografias impressas em tela da série mais recente do artista, que revisita as pinturas de Caravaggio e elimina as cores e os personagens, deixando apenas os tecidos, roupas e cortinas, com os quais o mestre italiano construía suas cenas.

Museu Oscar Niemeyer, até 11 de junho de 2017

Mais informações aqui.

 

Tags: , , , ,