Radar

O que nos revela a estética da delação premiada?

Giselle Beiguelman & Nelson Brissac Peixoto

Os espaços são anódinos, salas e cubículos com paredes nuas, estantes vazias e mesas de fórmica. As webcams, posicionadas sem preocupação com enquadramento ou iluminação, revelam mochilas largadas nos cantos, garrafas de café, cadeiras vazias e fundos de Eucatex. As imagens são desfocadas, em ângulos oblíquos, deformando os rostos delatantes. Personagens se explicam acompanhados de […]